Materiais, equipamentos e utensílios básicos da farmácia de manipulação

0 Coment.

A farmácia de magistral deve ser dotada dos seguintes materiais, equipamentos e utensílios básicos: a) balança(s) de precisão, devidamente calibrada, com registros e instalada em local que ofereça segurança e estabilidade; b) pesos padrão rastreáveis; c) vidraria verificada contra um padrão calibrado ou adquirida de fornecedores credenciados pelos Laboratórios da Rede Brasileira de Calibração, quando for o caso; d) sistema de purificação de água; e) refrigerador para a conservação de produtos termolábeis; f) termômetros e higrômetros; g) bancadas revestidas de material liso, resistente e de fácil limpeza; h) lixeiras com tampa, pedal e saco plástico, devidamente identificadas; i) armário fechado, de material liso, resistente e de fácil limpeza, ou outro dispositivo equivalente para guarda de matérias-primas e produtos fotolábeis e/ou sensíveis à umidade.

Localização e instalação dos equipamentos:

– Os equipamentos devem ser instalados e localizados de forma a facilitar a manutenção, e mantidos de forma adequada às suas operações. – A farmácia deve dispor de equipamentos, utensílios e vidraria em quantidade suficiente para atender à demanda do estabelecimento e garantir material limpo, desinfetado ou esterilizado. – As tubulações expostas devem estar identificadas, 110 v ou 220 V. – A farmácia deve possuir pelo menos uma balança em cada laboratório com capacidade/sensibilidade compatíveis com as quantidades a serem pesadas ou possuir uma central de pesagem onde as balanças estarão instaladas, devendo ser adotados procedimentos que impeçam a contaminação cruzada e microbiana. Na bancada sobre a qual estão localizadas as balanças deve-se ser colocado um sistema antivibratório, visando diminuir os erros na pesagem.

Calibração e Verificação dos Equipamentos:

– As calibrações dos equipamentos e instrumentos de medição devem ser executadas por empresa certificada, utilizando padrões rastreáveis à Rede Brasileira de Calibração, no mínimo uma vez ao ano ou, em função da frequência de uso do equipamento. Deve ser mantido registro das calibrações realizadas dos equipamentos, instrumentos e padrões. – A verificação dos equipamentos deve ser feita por pessoal treinado do próprio estabelecimento, antes do início das atividades diárias, utilizando procedimentos escritos e padrões de referência, com orientação específica, mantendo os registros.

Manutenção dos Equipamentos:

– Todos os equipamentos devem ser submetidos à manutenção preventiva, de acordo com um programa formal e, quando necessário, corretiva, obedecendo a procedimentos operacionais escritos, com base nas especificações dos manuais dos fabricantes. – Todos os sistemas de climatização de ambientes devem ser mantidos em condições adequadas de limpeza, conservação, manutenção, operação e controle, de acordo com norma específica.

Utensílios:

– Os utensílios utilizados na manipulação de preparações para uso interno devem ser diferenciados daqueles utilizados para preparações de uso externo. – A farmácia deve identificar os utensílios para uso interno e externo; uma sugestão é a marcação com esmalte vermelho no fundo da vidraria (parte que não entra em contato com as preparações magistrais) para uso interno, como por exemplo, marcar os cálices utilizados na preparação de xaropes. Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO

Controle de dopagem nas Olimpíadas será realizado em laboratório da UFRJComo montar uma farmácia de manipulação

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.